31/05
Minha paixão é por vidas

31 de Maio de 2017

Saber nossa condição é o ponto chave para mudá-la.

/

Abre meus olhos, para que eu veja as maravilhas da tua Torah. Salmos 119:18.

Nós temos necessidade de conhecimento, de direção, de sabedoria, de entendimento, ao mesmo tempo como líderes, queremos uma estratégia que nos leve ao êxito, vivemos rodeados de novas ideias, pelo fato da comunicação hoje ser compartilhada diariamente, em todo tempo somos expostos a modelos de vida, diferente do passado onde ligávamos a televisão e tínhamos alguns modelos como em propaganda de margarina, porém, hoje convivemos com realidades diferentes e chegamos a ficar confusos a respeito de um caminho seguro, pois o que há algum tempo defendia com todas as forças uma proposta, agora está contrária à ela, enfim, faço a oração do Salmista a minha oração. Desvenda meus olhos. Vamos encontrar neste Salmo uma chave que nos aproxime de nossa finalidade, pois todos nós precisamos encontrar nossa finalidade na vida.

Porque então te deleitarás no Todo-Poderoso, e levantarás o teu rosto para Deus. Orarás a ele, e ele te ouvirá, e pagarás os teus votos. Determinarás tu algum negócio, e ser-te-á firme, e a luz brilhará em teus caminhos.” (Jó 22:26-28) A tua oração precisa de um projeto e o teu projeto precisa de oração. Hoje o que mais nos desanima é uma vida sem resultado, uma vida de canseira e suor, uma vida de problemas, pesada e com preocupações. Veja essa frase no texto lido - "Se projetas alguma coisa, te sairá bem." Veja como a oração é fundamental para alcançar esta resposta, assim a luz brilhará em teus caminhos. Hoje o que mais vejo são pessoas em busca de luz, de sabedoria, de respostas, de direção, pois energia para trabalhar às vezes não é o problema, mas sim em que investi-la. Às vezes dinheiro para investir não é o problema, mas sim oportunidades claras, por isso o apóstolo Paulo fala a respeito de conhecer qual a boa, perfeita e agradável vontade de Deus.  Veja que o texto fala de projeto e de oração, pois a tua oração precisa de um projeto e o teu projeto precisa de oração. Quero falar sobre quatro ícones para sua jornada de sucesso: revelação, ciclo, ritmo, autoridade, são palavras isoladas, porém, conectadas.

Saber nossa condição é o ponto chave para mudá-la. ‘Livra-me de voltar ao pó vivifica-me - 119:25’. Veja que o salmista mostra dois ambientes que são exemplificados pelo pó da terra de onde fomos criados e da Palavra de onde fomos gerados, pois diferente das outras criações de Deus, ele formou o homem com as mãos, porém, a vida do homem veio quando Deus soprou em suas narinas e lhe deu um destino. O primeiro fôlego do homem na terra veio do céu, veio de Deus. Voltaremos ao pó, mas depois que cumprir o propósito de Deus em nossa vida. O pó representa nossos limites, nossa humanidade, nossa carne, nosso pecado, nosso fim, veja Gênesis 2:7: “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra, e soprou em suas narinas o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.” Eclesiastes 3:20:  “Todos vão para um lugar; todos foram feitos do pó, e todos voltarão ao pó.

O primeiro texto fala da matéria prima que Deus usou para criar o homem, em Eclesiastes já fala a respeito do final que teremos, porém, o salmista está utilizando deste entendimento para expor como ele está no momento, ele estava mais próximo do pó, do meu fim, mas crendo que a palavra pode reanima-lo.

Vivifica-me, preserva minha vida. Só a Palavra pode fazer isso dentro de nós, pois assim como cada criação tem uma fonte de energia, plantas, animais, peixes, firmamentos, ou materiais criados pelo homem precisam de combustível, energia, sol, assim estamos como o Salmista 42, como o servo brama pelas correntes das águas assim. A única coisa que pode te levantar é a Palavra que sai da boca de Deus, ela te vivifica. A minha fome determina a minha natureza. 

O que eu posso aprender com esse momento - 119:26: “Eu te contei os meus caminhos, e tu me ouviste; ensina-me os teus estatutos.” Ensina-me. Volto ao entendimento anterior, é a criatura precisando do criador, estou no pó, porém, preciso da palavra para sair de onde estou, então ensina-me, veja como ele está sedento por conhecer melhor a Deus e sua palavra. Quando temos a impressão de estar na pior, o Senhor aparece com o que há de melhor.

Saber minha condição é o ponto chave para mudá-la. A metáfora aqui é comparada à lua que não tem luz própria, mas precisa do sol para brilhar, (a lua é um satélite natural) que se assemelha a nós que se não fosse a luz de Cristo em nossa vida não teríamos brilho algum. Se tudo sei, nada posso aprender, se tudo tenho, nada posso receber. Saber minha condição é o início da restauração.

Olhando os próximos versículos, o sentimento que tenho é como se ele tivesse receio de morrer sem conhecer os desígnios de Deus, por isso ele termina este bloco de textos 119:32, dizendo amplia a compreensão do meu coração, alarga, aumente, abra espaço no meu coração para as verdades de Deus. Salmos 119:32 - "Seguirei pelo caminho de seus mandamentos quando ampliares a compreensão de seu coração.”

Gênesis 15:1-7 - O que Deus nos mostra que toda palavra tem um tempo de gestação, que uma vez cumprido esse tempo é necessário sair, nascer, pois do contrário pode provocar um aborto de um projeto. Depois destes acontecimentos, veio a Palavra do Senhor. Veja que o texto nos dá o entendimento que estava acontecendo alguma coisa que terminou, que a profecia já se encontrou com seu tempo, veja que quando isso acontece, veio a palavra do Senhor. Quando termina um ciclo de espera, Deus nos dá uma nova palavra para nos guiar, nos direcionar. As palavras obedecem períodos. Uma palavra liberada no passado pode terminar o ciclo dela agora em sua vida, ela encontra seu repouso. Como no ato da criação, veja que a palavra do Senhor estabeleceu um novo momento na história. A terra era sem forma e vazia, veja que quando entrou a Palavra tudo mudou. Quero falar sobre coisas que estão paralisadas, estão no meio, talvez você começou muitas coisas e não concluiu.

É o termino de um ciclo e começo de outro ciclo, veja que entre um acontecimento e outro se instala novos decretos. Oportunidade, uma janela que se abre para o novo, fechamento de um ciclo de amarguras, legalmente você tem o direito de pedir a cura de suas feridas causadas nos últimos dias.  Uma nova palavra. Como se um período de cumprimento de promessas se esgota, como se as chuvas que encheram aquelas nuvens já caíram e agora é necessário encher novas nuvens.

Deus lhe nos dará o que precisamos para servi-lo. A terra que Deus prometeu para Abraão era na verdade um lugar para servi-lo. Este é o nosso limite de posse. O que nós temos é à medida que você precisa para servi-lo, por isso precisamos ampliar nossos projetos para Deus ampliar nossas posses. Precisamos pensar nas conquistas como uma melhor maneira de servir a Deus. Deus está disposto a dar tudo aquilo que precisamos para servi-lo com maiores resultados. O limite das nossas posses está no limite do nosso serviço, o quanto nós decidirmos servir na causa do reino é o quanto terá de liberação das posses. Esta é a revolução do servir.

Não era Abraão que precisava da terra, mas a terra precisava de Abraão. Era uma terra de deserto, mas que a presença de Abraão a fez florescer. Sodoma precisava de um justo para livrar a terra! Sua presença mantém as conquistas das pessoas. Para receber o novo é preciso ver em outro nível.  E fê-lo sair. Esta frase sustenta um estilo de vida, essa saída não era apenas um ato geográfico, físico, mas uma nova maneira de ver a vida. É como se colocasse a mão nas costas de Abraão e o conduzisse para fora mesmo que ele não quisesse, e fê-lo sair.

Mudança de perspectiva, mudança de expectativa. Dentro da tenda, Sara não podia ter um filho, as coisas eram impossíveis, mas quando ele sai, muda toda perspectiva de vida. Deus faz Abraão sair de sua razão restrita e de sua concepção da natureza, para conceber o projeto que tinha para ele. A dúvida é sinal de falta de intimidade. Vemos isso no casamento, quando estou no pé do monte, vejo de longe, quando subo, minhas perguntas são respondidas, quando saio da tenda é o mesmo significado. Existe um lugar onde o sobrenatural é gerado em nossa vida.

Yatsar - Existem três palavras chaves que se repetem nesse texto: Gerado, conduziu, tirei. Veja onde se encaixam. Gerado de ti, se referindo ao nascimento de Isaque; Conduzi-o até fora, se referindo a Abraão sendo levado para fora da tenda; Tirei de Ur dos Caldeus – Abraão saindo da sua família e idolatria – Assim como uma criança sai do limitado ventre materno para ver o mundo, assim foi Deus conduzindo Abraão por dois grandes momentos da vida dele, quando deixou sua família e quando foi levado para fora de sua tenda – Yatsar, foi um nascimento.

A força do seu ministério não vem do quanto você corre, mas de quanto você para. A desistência é predadora de milagres. Marcos 5:35-36: “Enquanto Jesus ainda estava falando, chegaram algumas pessoas da casa de Jairo, o dirigente da sinagoga. "Sua filha morreu", disseram eles. "Não precisa mais incomodar o mestre! "
Não fazendo caso do que eles disseram, Jesus disse ao dirigente da sinagoga: ‘Não tenha medo; tão-somente creia’”. Jairo teve que aprender que além da oração, da nossa fé passar por um ciclo, é preciso ritmo, cadência, pois o ritmo de um desesperado é muito diferente daquele que tem a resposta.

Um ciclo que funciona, a oração só não é efetiva se desistirmos antes que o ciclo se complete. Daniel orava três vezes ao dia, ao vê-lo sendo levado para a cova dos leões parece que sua oração não funcionou, mas Daniel sabia que a oração é um ciclo, que embora estivesse aparentemente derrotado naquele momento, a vitória era certa, mas ele precisava permanecer até o ciclo completar. Permanecer até o ciclo completar, este é nosso desafio, permanecer, continuar, perseverar, mas o segredo está nesta atitude, pois o sentimento no meio do processo é de exaustão sem resultados, mas é preciso saber que algo já começou a acontecer. Eu já vi pessoas depois de um tempo buscando uma direção subirem para Israel com uma sede intensa por respostas, onde foi o fechamento de um ciclo na vida daquela pessoa. O sentimento que tenho é que quando as pessoas desistem de orar elas saem do ciclo, da roda da oração, que continua girando, continua em movimento, porem, é preciso voltar.

Jesus demorou porque parou para operar um milagre junto a uma pessoa tão desesperada quanto Jairo, ele recebeu a notícia de que sua filha já estava morta, ou seja, como se dissesse, pare de orar - Marcos 5:35-36. Veja que ele teve que aprender naquela hora as etapas que formam o ciclo de oração:  Sofrimento;  Aparente vergonha e Morte e ressurreição.

Ele acompanhou o ritmo de Jesus, a oração tem um ritmo, tem uma dinâmica. Os olhos naturais são lentos para acompanhar a velocidade, o ritmo de Deus. Jairo como todo desesperado está em um ritmo, imagino a cena dele indo à frente de Jesus e Jesus em outro ritmo, a ponto de parar para atender alguém, porém, Jairo teve que entrar no ritmo de Jesus.

A desistência é predadora de milagres. A entrada triunfal de Jesus na casa de Jairo nem foi percebida por aqueles que desistiram de crer, inclusive riram. Quando as pessoas desistem eles deixam de perceber a presença do milagre, elas não conseguem mais assimilar o movimento de Deus na vida dela.

O milagre já estava em processo. Ele diz, a menina dorme. No momento que seu pai não desistiu de crer, a menina já havia recebido seu fôlego de vida, bastava apenas ser despertada, veja que o milagre começou antes de chegarem em casa, quando Jairo decidiu acreditar, pois ele tinha uma má notícia, mas preferiu ficar do lado de Jesus, pode ser que você está aqui hoje com uma má notícia, mas fique do lado dele, pois você vai ver que quando ele entrar em sua casa o ciclo vai se cumprir.

Você pode não está vendo, mas o poder de Deus já está agindo. O ambiente de luto, incredulidade e indiferença foi invadido por admiração. Jó 22:26-28. Veja que a luz do Senhor brilhou nessa casa, veja que teu rosto vai resplandecer diante do luto daqueles que estão a sua volta, escuridão para muitos, direção para você, pois a oração tira você da escuridão, da incerteza, da indiferença, do vale das sombras.

Autoridade é um gatilho mental, ter autoridade no assunto é precisar se colocar em posição, de fato se adiantar. Antes para se ter autoridade, precisava ser uma pessoa muito importante na classe social, ter um jaleco de militar ou de médico, ter um livro nas prateleiras. Enfim, autoridade antes era um sinônimo de famoso, hoje no meio online se torna diferente, pois você tem a capacidade de ter seu conteúdo relevante dado ao seu público e de fato gerando valor para essa pessoa, e no caso por você ter entregado tanta coisa valiosa para ela, você se torna uma autoridade no seu publico. A partir desta perspectiva afirmo que o que está sobre você não te define, mas sim o que está em você.

João 19:23-24: “Tendo crucificado Jesus, os soldados tomaram as roupas dele e as dividiram em quatro partes, uma para cada um deles, restando a túnica. Esta, porém, era sem costura, tecida numa única peça, de alto a baixo.
"Não a rasguemos", disseram uns aos outros. "Vamos decidir por sorteio quem ficará com ela. "Isso aconteceu para que se cumprisse a Escritura que diz: "Dividiram as minhas roupas entre si, e tiraram sortes pelas minhas vestes". Foi o que os soldados fizeram.” Este texto está inserido no instante da crucificação, pois os soldados que crucificavam tinham direito aos pertences pessoais dos executados. Vejam que repartiram tudo que Jesus possuía. Apesar do texto só se referir a uma túnica e uma veste, ele também teria um par de sandálias, um turbante, um cinto, enfim, logo após Jesus morrer eles o deixaram nu e pegaram seus pertences.

As vestes ficavam sobre a túnica, pois a túnica de Jesus ficava direto sobre sua pele. Isso quer dizer que uma pessoa vestida só de túnica era como se estivesse nua, além do mais, usar mais de uma túnica era um luxo, por isso em Mateus 10:10: “Nem alforges para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordões; porque digno é o operário do seu alimento.”Os discípulos foram proibidos de levarem duas túnicas. O que vamos ver é o quanto os soldados valorizaram aquelas vestes e desprezaram o dono delas. José de Arimatéia quis o corpo, os soldados queriam a túnica.

A túnica aqui representa posse, valor, quando Saúl ofereceu sua armadura para Davi enfrentar o gigante Golias, Davi entendeu que aquela armadura não era para ele, ele decidiu entrar em batalha com o que ele tinha, o fato é que as pessoas confundem o que temos com aquilo que somos. Que Jacó fez para José. Feita para Arão. Que Ana levava para Samuel.

O favor nunca é o que está sobre você, mas o que está em você. Na história de José seus irmãos levaram sua túnica, mas não levaram o favor de Deus que estava nele. Após a morte de Jesus, os soldados romanos dividiram suas vestes. Eles lidaram com a túnica que Jesus estava com muito cuidado, partiram em quatro e deram uma parte para cada soldado.

Quanto à túnica, tiraram sorte para ver quem ficaria com ela. Não é muito diferente do que vivemos hoje, pois aquilo que possuímos se torna mais relevante do que aquilo que somos. Muita gente se relaciona com você até que você seja útil, acabando a utilidade, acaba o valor. Eu preferia ter Jesus do que seu manto, mas ainda vivemos entre aqueles que preferem o favor de Deus do que Deus.

Quanto a José, foi dado como morto, o fato é que após isso que Deus começou a fazer algo muito mais poderoso na vida de José. Quando dizem: você pensa que terminou para você, que seu tempo acabou, não acredite! Quando foi dado como morto que tudo se materializou, antes eram sonhos, porém, depois da afronta dos seus irmãos, Deus começou sua história.

Tiraram sua túnica que aponta para posse, posição, reconhecimento, autoridade, porém, não tiraram o favor de Deus que estava nele, porque o que te define não é o que está sobre você, mas o que está em você, podem ter tirado sua posição, sua condição, honra, autoridade, mas ninguém pode tirar o favor do Senhor que está em você, podem tocar no que está sobre você, mas não no que está em você.

O Senhor fala sobre alguns que estão aqui e que acreditam que seu tempo acabou, ou que tiraram sua túnica, pois queriam o valor dela, porque queriam sua posição, porém, posição se dá e tira, porém, unção se tem. 

1
Categorias
As muralhas vão cair
6 post(s) cadastrado(s) nesta categoria.
Clique para visualizá-lo(s).
Minha paixão é por vidas
46 post(s) cadastrado(s) nesta categoria.
Clique para visualizá-lo(s).
Prepare-se para viver
1 post(s) cadastrado(s) nesta categoria.
Clique para visualizá-lo(s).
Vontade divina
0 post(s) cadastrado(s) nesta categoria.
Clique para visualizá-lo(s).
ARQUIVOS
facebook
BLOG AP. SILVIA
Desperte sua mente!
O que torna uma pessoa infrutífera e pobre?
Que diremos pois à v
Esse é um tempo de retrospectivas
Juntos Somos Melhore
Conheça o propósito e a importância das células para você e para a igreja
Em busca da felicida
Você pode ser feliz
Estarei a salvo
Salvação é a intervenção máxima de Deus na vida de seus filhos