arrow_drop_down
TUDO ESTÁ FEITO

TUDO ESTÁ FEITO

PALAVRA DE ESTUDO DE CÉLULA


31/10 a  06/11



TUDO ESTÁ FEITO


Apocalipse 21:5-6 

“E aquele que está assentado no trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E acrescentou: Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras. Disse-me ainda: Tudo está feito. Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim. Eu, a quem tem sede, darei de graça da fonte da água da vida”.

 Você já enxergou o término de algo que você está apenas começando? A palavra de ordem aqui é: Tudo está feito. 

Sim, está consumado, está feito, ele já concluiu seu plano. Ele já construiu a estrada segura para sua jornada, porém, a decisão é sua se vai fazer o caminho dos vales, das montanhas e abismos ou andar pelas estradas que ele colocou em seu coração.  

 Eis que faço novas todas as coisas - O Senhor promete novo céu e nova terra. A esperança do céu é uma fonte que nos sustenta a cada dia na Terra. Esse texto é uma fonte de esperança que me assegura que o Senhor está comigo no caminho e que serei suprido no caminho. 


  1. Ele vai comigo até o fim- Alfa e Ômega. O começo tem um nome e o fim também, porém, o trajeto sou eu quem vai dar vida, quem fará as escolhas sou eu. Quando se trata da minha existência: Eu saí do Alfa e estou indo para o Ômega, não sei em qual letra eu estou agora, mas sei que ele está comigo. 

    1. Pegue sua agenda do celular - Vai no seu calendário. Agora vai passar os próximos anos. Pare em qualquer um deles - O Senhor já fez esse trajeto, escolha qualquer dia do seu futuro. 

Ele diz - Eu estava quando começou eu vi seu passado e estou te esperando em seu futuro. “Já cuidei de tudo” - TUDO ESTÁ FEITO! 

  1. Alguém pode ter te prometido que estaria contigo até o fim, não sei em qual letra ele parou, mas Jesus está dizendo aqui, meu compromisso contigo não termina por conta de circunstâncias, minha essência é: Eu sou o Alfa e Ômega. Veja que as duas vezes que ele faz menção sobre seu cuidado e provisão ele usa: EU. EU sou o alfa e o ômega, EU, a quem tem sede.

Isaías 40:3-5 – “Voz do que clama no deserto: Preparai o caminho do SENHOR; endireitai no ermo vereda a nosso Deus. Todo vale será aterrado, e nivelados, todos os montes e outeiros; o que é tortuoso será retificado, e os lugares escabrosos, aplanados. A glória do SENHOR se manifestará, e toda a carne a verá, pois a boca do SENHOR o disse”.

  1. A estrada já foi construída- Um caminho no deserto - Tudo está feito, porém, por caminhos tortuosos se trata de uma escolha que fiz, mas tudo está feito. Se trata de um caminho de fontes, uma rota construída para você. 

  1. A quem tem sede (Apocalipse 21:6) - Engano achar que ter sede ou ter fome é uma condição desprivilegiada ou desfavorecida. Ter sede, fome, gana, entusiasmo, disposição, vontade, ambição, engajamento é uma dádiva. Jesus se aproxima de uma mulher samaritana pedindo água de um poço e deu a ela água viva da fonte. 

    1. Sua sede por algo pode lhe fazer esquecer da sede natural. Quase esqueço de comer ou beber quando me engajo em uma causa. Antes de sua necessidade ser suprida, Deus pode te levar a entender a necessidade dos outros. 


João 1:11-12 – “Veio para o que era seu, e os seus não o receberam. Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome”.

  1. Preste atenção nessa proclamação - Tem um endereço, tem uma direção. A fonte é para todos, mas só quem tem sede terá acesso. A questão não está na fonte, mas em ter sede. Posso ter uma fonte do meu lado e nem mesmo me aproximar dela.  Você precisa nesse mês estar sedento por algo, inicie o primeiro dia já com algo em mente.

Quanto você está sedento por algo nesses dias? 

Uma mulher que foi buscar água do poço, mas encontrou água da vida. 

Jesus pediu pela água do poço e devolveu água da vida.

João 4:1-7- “Quando, pois, o Senhor veio a saber que os fariseus tinham ouvido dizer que ele, Jesus, fazia e batizava mais discípulos que João (se bem que Jesus mesmo não batizava, e sim os seus discípulos), deixou a Judéia, retirando-se outra vez para a Galiléia. E era-lhe necessário atravessar a província de Samaria. Chegou, pois, a uma cidade samaritana, chamada Sicar, perto das terras que Jacó dera a seu filho José. Estava ali a fonte de Jacó. Cansado da viagem, assentara-se Jesus junto à fonte, por volta da hora sexta. Nisto, veio uma mulher samaritana tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber”.


  1. Sua necessidade pode ser a porta de entrada para sua missão- Você está sedento por algo? A sua sede pode ser a conexão com outra pessoa. Jesus teve sede e assentou-se ao lado de um poço para pedir água, mas como pode estar com sede aquele que era a água da vida, que disse quem tem sede venha a mim e beba, como alguém pode dar aquilo que se busca? Sua necessidade pode ser a porta de entrada para sua missão.

  2. A tua necessidade vai conectar você a pessoas e acredite, quando você se ocupar em saciar a sede de alguém você será saciado.

  1. Você já se identificou com a dor de alguém? Eram três opções de caminho, Jesus escolhe o caminho de Samaria, vê que ele é atraído pela necessidade. Os samaritanos eram uma raça mestiça, parte judeu, parte gentio, fato que ocorreu após o cativeiro da Assíria onde as dez tribos nunca retornaram, sendo assim um povo rejeitado. Samaritanos e judeus não usam o mesmo jarro para beber água ou qualquer outra coisa. 

João 7:37-38 – “No último e mais importante dia da festa, Jesus levantou-se e disse em voz alta: "Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva". 

  1. O sedento que transborda águas- Onde está sua sede será onde você vai transbordar, qual a tua sede? Como alguém pode dar aquilo que se busca. João não mostra Jesus apenas como o filho de Deus, mas também como um homem e ali ele estava cansado e sedento sentado ao lado do poço, Cristo passou pelas experiências normais da vida humana e é capaz de identificar-se conosco em cada uma delas. 

João 4:13-14 – “Afirmou-lhe Jesus: Quem beber desta água tornará a ter sede; aquele, porém, que beber da água que eu lhe der nunca mais terá sede; pelo contrário, a água que eu lhe der será nele uma fonte a jorrar para a vida eterna”.

  1. O poço era o ponto de encontro, vá para o poço e encontre pessoas sedentas. Jesus operava dentro do plano divino, por isso seu caminho devia ser Samaria- Jesus aqui expõe a verdade do evangelho, tudo, toda água que o mundo lhe oferecer você vai ter sede e sede e sede de novo, mas essa água não. É importante perceber que todo o diálogo acontece em volta de um poço. 

  2. Quando os discípulos voltam com comida e insistem para que Jesus coma, são surpreendidos com um ensino daquele que era o pão, daquele que era a água, pois sua fome, seu alimento era fazer a vontade do Pai, levar aquela mulher a salvação. 

O que fazemos para Deus precisa ser tão prazeroso como se assentar a mesa de um banquete estando com fome.

  1. Jesus atingiu grandes estruturas através de um contato com pessoas chaves, como o Gadareno para uma decápolis, como Nicodemos para um professorado, como uma prostituta, ou mesmo um pescador, veja que de uma grande estrutura ele chegava em uma pessoa que dessa pessoa ele atingia uma grande estrutura. Você é essa pessoa que Jesus alcançou, tem muita gente dentro de você para ser alcançada. 

  2. Aquela água do poço não tinha o poder que a água da fonte que é Jesus poderia dar a ela. Jesus queria dar aquela mulher uma experiência, ela estava sedenta por suprir sua sede do dia, Jesus queria promover uma experiência que supriria a sede de uma vida.